Faça sua pesquisa AQUI!

Carregando...

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

+ curiosidades

Há mais de 500 anos atrás não se falava inglês na América do Norte. Os índios americanos tinham seu próprio idioma, assim como os Inuit (Esquimós), os Aleuts no Canadá, os Aborígines na Austrália e os Maoris na Nova Zelândia.

Os Ingleses chegaram e estabeleceram suas colônias, depois outros povos vieram com seus costumes, seus idiomas e suas culturas. Os EUA têm a maior mistura de culturas do mundo, "Melting Pot", uma conhecida expressão americana. No início da colonização eram os ingleses, irlandeses, franceses, alemães e escandinavos. Depois vieram os italianos, Judeus, Chineses, Japoneses e Russos.

Os motivos que trouxeram os imigrantes à América do Norte foram, difícil condição econômica em seus países de origem, a corrida do ouro e mais tarde, a perseguição religiosa, como é o caso dos Judeus que deixaram a Rússia e outros países entre 1880 e 1910. E os mais recentes cidadãos americanos são os de língua espanhola, vindos do México, outros países da América Central e do Sul.

A língua Inglesa atual resulta de uma grande mistura destes e outros povos. Veja, por exemplo de onde vem algumas das palavras abaixo:

Exit, Circus, Video - LATIM
Psychology, Telephone, Cinema - GREGO
Biscuit, Garage, Restaurant - FRANCÊS
Piano, Concerto, Spaghetti - ITALIANO
Hamburger, Kindergarten - ALEMÃO
Guitar, Tango, Banana - ESPANHOL
Tomato, Potato, Tabacco - LÍNGUA NATIVA AMERICANA
Curry, Bungalow, Pyjamas - INDIANO

Fonte: http://www.globalexchange.com.br/home_interna_detalhe.asp?cod=433

2 comentários:

  1. bem interessante a história..}
    pois a lingua inglesa é bem importante p/o mundo a fora e ajuda bastante no mercado e areas de trabalho.....


    raiane turma= nº 30

    ResponderExcluir
  2. For who want to learn english that's a very important tip, to know of where some words coming.

    Teacher, can you see if the phrases are correct?

    thank you friends, I see all of you in the school !!!!

    ResponderExcluir

comments